Desentupimento

Noticias & Dicas: Febre Amarela

 

Febre Amarela

Uma doença que parecia desaparecida a um século voltou, a Febre Amarela, o aparecimento de macacos mortos pelas matas em Minas Gerais foi o alerta inicial.

Minas Gerais e a Região entre Vitória no ES e a cidade do Rio de Janeiro foi identificada como o foco da doença. Córrego do Manducas em Imbê de Minas, MG foi uma das primeiras cidades a identificar o surto, repelentes de mosquitos nessa região de Minas já estão em falta. Até agora morreram no Brasil aproximadamente 50 pessoas.

O que caracteriza a região é a devastação da Mata Atlântica para a plantação de café e eucalipto, associado com a falta de saneamento básico que causou a proliferação do mosquito Aedes aegypti causando um surto de Dengue.

Transmissão da febre amarela

Proliferação da Febre Amarela

Cientistas enxergam o macaco como sentinela da doença nesse caso, pois se esses primatas estão sendo afetados, com uma mortalidade muito grande, calculada em milhares, é quase certo que atingirá também os humanos em grande escala se nada for feito.

Os sintomas da doença são uma febre hemorrágica, a icterícia observada nos olhos e face e vômitos associados a hemorragia. Esses sintomas são muito parecidos com os da dengue e pode causar confusão inicial. O grande medo agora é que o Aedes aegypti passe a transmitir a Febre Amarela, o que seria um grande problema pois esse mosquito já está radicado nas áreas urbanas.